sábado, 30 de agosto de 2014

O LARANJAL


A safra de laranja daqui


Não dá em qualquer quintal


É tão rara quanto pequi


E tão salgada como sal


Alça vôo como bem-te-vi


Carrega nas asas o mal


Injusto seria com o colibri


Essa leveza de revoada final


Se é laranja não sei, não vi


Parece uma cocada de sal


Ninguém quer assumir


Mas deve ter um dono afinal


E o mais triste em tudo isso,


E tão amargo quanto o mal,


É ver autoridades por aí


Num silêncio sepulcral. 


Paulo Monteiro.



E no facebook...


sexta-feira, 29 de agosto de 2014

FARINHA


Farinha, farinha, 


Falo da mandioca, 


E da casa de farinha, 


Junta tudo no saco


Que continua sendo farinha


Aqui também tinha farinha


Que acabou virando farinha


Nas asas do que não tinha


Não sem deixar de herança


Outro saco, outra farinha


E do Acre chegou farinha


Que dizem ser da oca


Do seringal e da mata


Mas é sempre farinha


Quem conhece farinha


Sabe que tem uma


Que até porco chia


E rejeita como comida


Por não ser boa farinha


Tinha até um dito popular


Que dela dizia "é de Araripina"


Os tempos mudaram e hoje


Por força do destino, ou sina,


Agora se pode dizer "é do Acre"


E não mais de Araripina. 



Paulo Monteiro



E no facebook...


  • Walderia Santana kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk....Todos são farinha ,as vezes não do mesmo saco, ja votei em uma farinha,agora vou votar em outros sacos.
  • Marcos Pereira Todos farinha do mesmo saco, a diferença é a safra...
  • Fafá Chaves Nessa "Casa de Farinha", os que já frequentam e os desejam fazer parte , por incrível que pareça possuem o mesmo DNA...todos farinhas do mesmo saco, com o intuito de encherem mais ainda o "saco". ...hihihihi.
  • Paulo Monteiro Tem uma coisa que estou estranhando. É esse silêncio sepulcral do MPPE em meio a tantos gritos de malfeitos de laranjas aqui em Pernambuco. Cadê o MPPE? Por onde anda? O que tem feito? O que vai fazer?
  • Paulo Monteiro Tá valendo, pessoal! Kkkkkk
  • Marcos Pereira Meu caro Paulo Monteiro, conhecemos o sistema por dentro, e sabemos que ele nunca deixará de exercer o corporativismo, pois quem foi que nomeou o procurador geral do estado? Rsrsrsrsrsrs
  • Paulo Monteiro Pois é, foi o de cujus! Mas isso não deveria alterar em nada a ação dessa respeitável instituição. Penso que o MPPE é muito maior que isso.
  • Marcos Pereira Eu gostaria que ele fosse...
  • Paulo Monteiro Vamos por partes. 1. Quanto ao "Fora Dilma", a minha posição tem duas vertentes: a) a preocupação com quem botar no lugar dela; b) e as consequências disto para nós mesmos, servidores públicos federais; 2. De fato, com as acentuadas perdas inflacionárias de 2006 pra cá é óbvio que não estou satisfeito com a insuficiente reposição de apenas 15%. E, principalmente, nunca fiquei satisfeito com a postura imperial de Dilma em relação ao STF e ao nosso PCS. Lembrando, contudo, que o STF se apequenou naquele momento porque tinha um presidente apequenado. Por fim, caros Fabio Assis e Gilka Assis, também tenho a preocupação quanto ao direcionamento dessa discussão olhando apenas para os nossos umbigos, é que imagino a amplitude das crescentes necessidades sociais do nosso país como um todo. De qualquer modo, entendo e respeito a visão diferenciada, em parte, da postagem e comentário. Abraços!
  • Paulo Monteiro Mas não deduzam que estou a revelar o meu voto! Por enquanto, mantenho-me contrário à obrigatoriedade do voto e, ainda que esteja obrigado ao comparecimento às urnas, isto não significa que necessariamente vou dar o meu voto a algum desses que aí estão postulando a presidência da República. rsrsrsrs
  • Paulo Veloso Paulo Monteiro, hoje comprei um pacote de um quilo de farinha da marca KIFARINHA, de Moreno. Não conheço as marcas GLOBO e MARINHO, mas sabemos que tem rede de tv querendo nos empurrar a farinha que o porco chia.
  • Paulo Monteiro Amigo Paulo Veloso, desde menino escuto essa história de farinha ruim. Em Garanhuns, costumava-se dizer, quando uma pessoa, ou uma coisa não prestava, que era igual a "farinha de Araripina que porco chia pra comer". E qualquer semelhança com pessoas e coisas de hoje em dia não é mera coincidência. rsrsrsrs