sábado, 4 de julho de 2015

CALÇADÃO DE BOA VIAGEM - FIM DE TARDE


Não mais que 16 horas e eu já estava chegando na Barraca de Marquinhos.
O rolo já estava grande entre dois flanelinhas que discutiam sobre a dedada que o jogador Jara, da seleção do Chile, deu no cu de Cavani, jogador do Uruguai.
Do lado de dentro do balcão, Marquinhos só fazia rir. Ele gosta disso.
De lado, Zé Bedeu, calado observava tudo pronto pra sair de perto.
Vi que a maré não estava para peixe...
Um flanelinha, que se dizia "segurança de automóvel", estava com um pedaço de pau preso à cintura por um pedaço de corda.
O outro, que não contestava a "profissão", segurava uma flanela molhada numa mão e, com esta, batia na outra mão num movimento que demonstrava uma certa intenção não muito boa.
Nisso, chamei Zé Bedeu, vamos "se bora" que isso ai vai render...
Foi quando ainda deu para ouvir do "segurança de automóvel":
"Brasileiro é bicho besta mesmo. Fica se preocupando com o cu dos outros, e se esquece que Dilma tá enfiando no cu dele. Tem que viver na merda mesmo!".
Mais não ouvi, nem vi, porque acelerei o passo rumo aos oito quilômetros que tinha pela frente. E Zé Bedeu me acompanhando... Estava tão calado que perguntei: algum problema? Ele: "Nenhum. É que pra te acompanhar nessa tua pisada tenho que ficar calado. Falando, canso mais rápido." Concordei.
Lá, na entrada de Brasília Teimosa, portanto, percorridos os primeiros quatro quilômetros, Zé Bedeu já estava suado, cansado e esbaforido quebrou o silêncio: "Oh, meu amigo, você vai buscar a....." Imediatamente, apartei-o dizendo: nem ouse terminar a frase. Você sabe que o meu ritmo é acelerado mesmo. Sem falar que você sabe o quanto a minha mãe era decente. Rimos.
Iniciamos o caminho de volta...
Na altura das quadras poliesportivas, cuja frequência só recomendo para quem não tem amor à vida porque é uma bagaceira só. Um cidadão se despede de uma senhora e vem diretamente na minha direção e estendendo a mão diz:
"Tudo bem, doutor?"
Eu, desconfiado: Tudo!
Ele: "Olhe, doutor, ela também é alvirrubra!"
Eu, mais desconfiado ainda: Certo...
Ele, apertando a minha mão: até logo, doutor!"
Eu: Até!
E seguiu em direção contrária à minha. Nisso, Zé Bedeu, me pergunta: "ele te confundiu com quem?"
Olha, Zé, desconfio que foi com um dos Krause, Gustavo ou Romeu. É que isso já me ocorreu outras vezes. Outro dia, estava no Shopping Recife, e uma senhorinha foi se aproximando de mim dizendo: "Gustavinho..., ah, não é ele não. Mas você é muito parecido com ele, viu?" Surpreso com a situação, perguntei à senhorinha: ainda mal que lhe pergunte, quem é esse "Gustavinho" com quem a senhora acaba de me confundir? Ela, então, me respondeu: "Gustavo Krause, que foi prefeito, governador, não me diga que você não sabe quem é." Ao que respondi: sei, sim! Só não não sabia que éramos tão parecidos... Rimos com a situação.
Ainda no mesmo Shopping teve outra situação dessa. Só que nessa a comparação foi das piores. É que, no auge do Escândalo do Mensalão, lá atrás no governo de Lula, uma senhorinha, após olhar insistentemente, aproximou-se de mim e, com um olhar sério, perguntou: "Você é o Delúbio Soares ???". Nesse caso, fui logo dizendo: Não !!! De jeito nenhum !!! E a senhorinha, desconfiada, pediu-me desculpa e saiu resmungando: "Mas é muito parecido..."
Zé Bedeu, emendou: "Então é por isso que muita gente te cumprimenta aqui no calçadão... Tão pensando que tu é gente importante." E ficou rindo da minha cara.
Seguimos caminhando. Passos acelerados.
Um pouco mais adiante, no segundo jardim, eis que uma jovem, cara de menina, maquiada, short bem comportado, tênis, falando alto ao celular vem exatamente em nossa direção. Olhei pra Zé Bedeu, Zé Bedeu olhou pra mim, como
se disséssemos: vai trombar com a gente... Não! Não trombou! Mas foi o suficiente para ouvirmos parte do diálogo, eis:

"...Onde é que tu tá? Olha, já faz tempo que tou feito uma rapariga aqui no calçadão e tu não chega..."
Foi só o que ouvimos, mas o suficiente para que eu perguntasse a Zé Bedeu se, esse trecho do diálogo da menina, lembrava-lhe algum Poeta daqui.
É que Zé Bedeu anda gostando de Poesia...
Ele, pensou um pouco e respondeu: "Lembra o Ascenso Ferreira, só não lembro exatamente como... Diz tu aí..."
Pois é, Zé Bedeu, lembra mesmo! Veja lá em "Predestinação", com os versos:
" - Entra pra dentro, Chiquinha !
Entra pra dentro, Chiquinha !
No caminho que você vai
Você acaba prostituta !
E ela:
- Deus te ouça, minha mãe...
Deus te ouça..."
E acabei dizendo para Zé Bedeu: quisera poder alertar essa menina... É tão novinha...
E continuamos até chegar de volta à Barraca de Marquinhos, onde tomamos uma água de coco bem geladinha. Uma maravilha!
Ao cair da noite a paz reinava no local.
Na despedida, Zé Bedeu fêz questão de dizer que outra "caminhada do cão dessa" só daqui há um mês.
Tenho dito.
PM

sexta-feira, 3 de julho de 2015

COLETÂNEA DE SAFADEZAS 2

DANOU-SE ! NEM O EXÉRCITO BRASILEIRO ESTÁ BLINDADO À CORRUPÇÃO !

Digo eu: quem relata não cria nada.

Ontem, uma reportagem do Fantástico, da Globo, tratou exatamente de blindagem de automóveis com vidros imprestáveis para tanto e, mesmo assim, "inspecionados e autorizados" por militares do Exército.

Além disso, que afeta diretamente a vida do cidadão não militar, ainda tem a história da compra de 50 mil capacetes que, igualmente, não atendem à finalidade de segurança para os próprios militares do Exército.

Vejam bem, até os capacetes que eles usam em ações militares estão condenados por não atenderem às necessárias especificações.

E é muita gente envolvida, ou melhor, é muita patente envolvida. Tem Sub-tenente, Tenente, Capitão, Major e até Coronel. E, quem sabe, puxando direitinho a ponta desse cordão aonde isso poderá chegar.

Sinceramente, esse é o tipo de escândalo que tem a força de um balde de gelo na cabeça de todos os que ainda vêem as forças militares do país como exemplares de ética e comportamento.

Que coisa absurda !!!

Tenho dito.

PM

  • Cláudia Soriano Eu estava para fazer uma postagem justamente sobre isso. Realmente é impressionante o nível de podridão que se encontra nosso país.
  • Marcos Pereira Em plena ditadura, eu ainda jovem, servindo a forças armadas, já era do meu conhecimento os "arranjos" entre os oficiais intendentes (responsáveis pela parte de compras e todo o setor de contabilidade) e os compradores indicados por eles de acordo com o comando geral, era muita falcatrua, que com o tempo só deve ter se aprimorado e aumentado, está tudo contaminado neste país...
    • Paulo Monteiro E eu já publiquei aqui, Marcos Pereira, sobre suspeitas de suborno na compra dos famosos caças suecos pela Aeronáutica, o que gerou investigações em andamento.
    • Paulo Monteiro É uma podridão só. Até quando, meu amigo ? Até quando ?
    • Marcos Pereira Até o dia que o brasileiro entender que dói menos morrer por uma bala do que de fome, neste dia ele toma o poder e torna este país, um país sério, enquanto não, isto é o que veremos, escândalos por toda a parte, como se fosse a coisa mais natural do mundo, meu caro Paulo Monteiro.
    • Marcos Pereira O mais revoltante é ver muitos que se dizem de esquerda, e não terem a mínima ideologia, compactuarem com os atos do governo, pedirem crédito a população, e mostrarem as ações do governo Lula como uma desculpa para os atos atuais, ora querem nos provar que somos burros, como se a carga dos anos em nossas costas não nos tivessem nos dado a experiência de pelo menos termos o dom da observação, pois cada político é eleito pelo povo e tem a obrigação de fazer o melhor que pode por este mesmo povo, tudo que foi feito foi com os tributos do povo que o elegeu, nada foi feito além da obrigação dele, nada foi feito com o dinheiro pessoal de nenhum político, coisa que o povo precisa começar a entender, não existe isto de político fazer favor ao povo, as ações deles é que devem exclusivamente estarem voltadas para uma excelente administração, mas no Brasil infelizmente os políticos, a justiça e as religiões agem em causa própria e com a ajuda da mídia mantem a manipulação de massas, sob a égide do cabresto.
    • Paulo Monteiro Sinceramente, eu gostaria de entender qual é a lógica desse posicionamento dessa turma, mas não consigo. Até porque idealismo não é, sentimento de Justiça também não, e inteligência muito menos. E por ser um posicionamento paradoxal, resta-me acabar concluindo que, nesse contra-senso, não há espaço para a boa-fé, ao revés, só consigo enxergar nisso uma grande e escancarada má-fé dos que insistem em negar a realidade dos fatos. Ainda ontem mesmo, Marcos Pereira, pensando exatamente nesse descaminho por você muito bem sintetizado no comentário acima, acabei postando sob o título: O PRATO DE COMIDA E A CORRUPÇÃO DO PT, como resumo disso tudo, inclusive, implicitamente da minha participação enquanto eleitor de Lula e Dilma - hoje profundamente arrependido porque enganado - o que penso desses últimos episódios da cena política brasileira.
    • Paulo Monteiro E a sua última frase é síntese mais apurada disso tudo: "...agem em causa própria e com a ajuda da mídia mantém a manipulação de massas, sob a égide do cabresto." Brilhante !!!
    • Paulo Monteiro
      Escreva uma resposta...
  • Aurélio de Lima Os militares também são brasileiros. Não poderia ser diferente. Se fossem sul-coreano, estariam hoje no paredão de fuzilamento!
  • Nubia Byrne Culpa da Dilma!!!!!
  • Marcos Pereira Aí está o grande motivo das forças armadas não terem se pronunciado sobre todas estas movimentações populares contra a corrupção, estavam no mesmo barco em que todos estão, acho que regredimos no tempo, são corsários por todos os lados, a pilharem, pilharem e nunca se saciam...
  • Paulo Monteiro E mais, mesmo com sentenças criminais transitadas definitivamente em julgado, esse mesmo Exército ainda não cumpriu a lei que determina a "cessação" das medalhas honoríficas concedidas a alguns corruptos do Mensalão. E, olha, que o MPF anda cobrando isso há muito tempo. Enfim, lembro-me aqui, caro Marcos Pereira, da Teoria dos Frutos da Árvore Envenenada, onde o Brasil é a árvore. É triste.
  • Paulo Monteiro
    Escreva um comentário...

TODAS AS DOAÇÕES SÃO LEGAIS COM DINHEIRO DA CORRUPÇÃO DA PETROBRÁS.

É o mantra dos bandidos travestidos de autoridades e políticos neste país.

E negam, negam, negam até à morte o que todos nós sabemos, isto é, que são salafrários por natureza.

São TODOS criminosos, bandidos, corruptos, salafrários e escrotos que formam bando, quadrilha, gangue, escória e máfia para roubar as riquezas da nação.

Enfim, são vampiros que sugam o sangue do povo brasileiro, condenando este a todos os tipos de sacrifício e iniquidade.

Temos que tirar essa raça de víboras de todos os cargos que ocupam no estado brasileiro.

E urgente !!!

Tenho dito.

PM


REFORMA POLÍTICA: A MINHA PROPOSTA

Diante dos últimos acontecimentos na República, apresento-lhes aqui a minha proposta de Reforma Política para o país.

É muito simples e se fundamenta em tão somente dois artigos de lei, ei-los:

Artigo 1°. Fica estabelecida a rotatividade de todos os corruptos que alcançarem quaisquer cargos públicos na República Federativa do Brasil a cada dois anos de corrupção, roubos e assaltos ao erário, sem direito à reeleição.

Artigo 2°. Revogam-se todas as disposições em contrário.

Publique-se.

Tenho dito.

PM



AINDA VERÁS A PRIVATIZAÇÃO DA PETROBRÁS

E no governo do PT !

A chamada venda de ativos continua a todo vapor. A ordem é vender 30% do patrimônio da empresa.

Vejam a notícia do link abaixo.

Agora, pensando bem, não há nada de novo no front porque a turma do PT e partidos políticos aliados já a privatizaram há muito tempo, já a comeram das beiradas até o meio.

Tenho dito.

PM
O Google detectou que você está com uma conexão lenta e otimizou esta página para reduzir o uso de dados em 80%  Saiba mais
GOOGLEWEBLIGHT.COM